Sustentar-se sobre a água usando recursos do próprio corpo não parece ser uma tarefa fácil, mas não parece ser tão complicado assim nem mesmo para os atletas com deficiências que participam de competições pelo mundo inteiro. Nos Jogos Regionais 2018, que estão acontecendo nas cidades de São Sebastião e Ilhabela, simultaneamente, foi possível ver de perto grandes superações.

Os três atletas do masculino de natação ACD (atletas com deficiências) de São Sebastião entraram na disputa a fim de ganhar. E não deu outra. Eles trouxeram para a cidade seis medalhas, duas de ouro e quatro pratas. O desempenho na piscina do PEII de Ilhabela, garantiu a São Sebastião o 6º lugar na classificação geral.

O atleta Luan Ferreira, categoria S6 (lesão medular completa abaixo de T9-L), garantiu medalha de ouro nos 50 metros de nado costas, e medalhas de prata nos 50 e 100 metros livres. Luiz Carlos, pela categoria S8 (lesão medular abaixo de L4-5), ficou com o primeiro lugar nos 50 metros de nado costas. Já o atleta Alecsandro dos Santos, que competiu pela categoria S11 (deficiência visual) garantiu duas medalhas de prata, uma nos 50 metros livres e outra nos 100.

Na natação regular, o atleta sebastianense Gabriel Batista, de apenas 13 anos, representou a cidade em seu primeiro Jogos Regionais. Morador de Boiçucanga, Gabriel nada há quatro anos e já participou de outras competições, inclusive em águas abertas. O atleta participou de três provas, a de 50 metros de nado borboleta, 50 e 100 metros de nado livre, mas não conseguiu uma classificação.

A classificação geral das cidades, individual e por equipes, e em todas as modalidades em disputa, pode ser acompanhada pelos boletins diários no site oficial dos Jogos: http://jogosregionais2018.com.